Thanksgiven Day

 

A “paternidade” do Thanskgiven Day vem sendo disputada há séculos. Mas também, que Estado não gostaria de constar como o instituidor da maior festa dos EUA?

Na linha de largada estão os Estados do Texas, Virginia, Massachusetts e até a Flórida. Na verdade, os puritanos que singraram os mares no Mayflower, trouxeram na alma o costume da Inglaterra e logo no primeiro ano já introduziram onde estivessem o dia voltado para o jejum e Ação de Graças.

Foto: Divulgação

Abrahan Lincoln, na feliz tentativa de diminuir a adversidade entre os Estados, tratou de determinar que a última quinta-feira de novembro fosse Feriado Nacional. Mas claro que a guerra civil rolava solta e reconhecer a autoridade do Lincoln não estava nas intenções nos belicosos.

As celebrações foram sendo feitas individualmente. Pintou a terceira semana de novembro, as famílias se reuniam em dias diferentes em torno de uma mesa farta onde o peru sempre foi prato imprescindível. Até que, no ano de 1941, Franklin Roosevelt resolveu colocar ordem no pedaço e com uma canetada fixou que a quarta quinta feira do mês de novembro, quisesse ou não, seria Feriado Nacional o Thanksgiven Day.

De lá para cá, os EUA simplesmente param para que as famílias e amigos se juntem dando graças, participando se quiserem de rituais religiosos, mas que não falte uma mesa farta, com pratos regionais apreciados pela família unida. Sem necessidade de canetadas, o peru é a ‘pièce de résistance’ que não pode faltar. Em 2013, simplesmente 46 milhões de perus pararam de fazer glu-glu às vésperas do grande dia.

Foto: Divulgação

Mas dois são salvos formalmente pelos últimos 11 Presidentes. Repetido o simpático gesto de Harry Truman, solene e publicamente fazem a cerimônia do perdão a duas espetaculares aves, que após o ato, são enviadas para ser o alvo de atenção na grande parada de Ação de Graças da Disney na Califórnia.

São tantas as festas nesta data que muitas empresas concedem um fim de semana com 4 dias para que amigos e familiares possam se locomover em torno do peru, digo, da família.

Foto: Divulgação

Independente das origens religiosas é muito bonito reservar um dia do ano para agradecer as forcas maiores pelos bens conquistados e dentre eles, o bem maior que é a família. Simplesmente 38,7 milhões de americanos viajam no mínimo 80 km para a grande comemoração. Como a turma é fanática por futebol, partida onde o Detroit Lions está sempre presente vem sendo televisionada há anos em rede nacional no nobre horário post peru.

Das centenas de paradas, inegavelmente a do Macys é o show maior. Mais de 3 milhões de pessoas se acotovelam entre a 7 e 34 Street em Manhattan para apreciarem os blocos que desfilam com os trajes dos colonizadores que conflitam com os divertidos balões coloridos de personagens de desenhos infantis.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

Comentários 3