Terapia Ortomolecular

 

                              COMO É FEITA A TERAPIA ORTOMOLECULAR:

Foto: Divulgação

 

A Terapia Ortomolecular é um ramo da medicina que acredita que qualquer tipo de doença e envelhecimento precoce pode surgir devido a um desequilíbrio bioquímico interno do organismo. A palavra orthos vem do grego, que significa certo, direito. Cada indivíduo tem um equilíbrio peculiar. E a preservação desse equilíbrio é à base do tratamento.

Ela foi proposta por Linus Pauling (Prêmio Nobel de Química em 1954 e da Paz em 1962), estudioso conhecido mundialmente por seus trabalhos e pela ênfase com que recomenda o uso diário de vitaminas (principalmente a vitamina C) e de minerais. As primeiras aplicações da vertente aconteceram no início da década de 1950, quando alguns psiquiatras começaram a adicionar doses altas de nutrientes no tratamento de problemas mentais graves.

Atualmente, os médicos usam essa abordagem para tratar uma variedade de distúrbios e promover o rejuvenescimento (tanto físico como mental) de seus pacientes.

Foto: Divulgação

 

O diagnóstico é semelhante ao da medicina tradicional. O médico visa a origem da doença, e irá orientá-lo na condução do tratamento, corrigindo, assim, seus sintomas. Nossa função é recuperar o equilíbrio químico do corpo, dando a ele condições de vida plena, para que a pessoa funcione dentro dos limites necessários de rendimento pessoal; por exemplo: para um atleta é preciso uma resistência cardiotônica bem maior do que para um simples praticante de esporte, então a forma como eles se tratam, e as substancias ou suplementação que usam são diferentes. Como as necessidades de cada indivíduo são bem diferenciadas, não existem dois tratamentos iguais. A abordagem é única.

Usa se todos os medicamentos tradicionais, mais vitaminas, aminoácidos, ervas em extratos secos, glicólicos e oligoelementos. As doses são calculadas pelos resultados dos exames.

Emagrecer, prevenir ou tratar doenças, retardar o envelhecimento ou simplesmente conseguir orientações para adquirir hábitos saudáveis são alguns dos motivos que levam as pessoas a procurar os consultórios de terapia ortomolecular.

 

 

 

Comentário 1

  • Viiviane26/05/2012 em 09:27

    Medicos costumam olhar sob suspeita este tipo de tratamento ,alegando nao estar ainda comprovada a eficiencia.Mas sendo a mais velha de 4 irmaos e por fazer esta medicina preventiva ha anos,sou a única que nao se queixa de dores comuns a idade.Coincidencia ou
    equilibrio constante da maquina- corpo feito com complementacoes do que vai sendo perdido pelo desgaste?
    Interesses rondam as criticas,isso sim.

  • Adicionar comentário