Teoria de Paul Niehans

 

Nos idos anos antes mesmo de abrir o primeiro Day SPA, em 1975 recebi um trabalho da AFA sobre tratamentos de células frescas ou “vivas”.

Foto: Divulgação

Percebi que as pessoas ricas do mundo todo iam para a Suíça, e não era para verificar as suas contas bancárias secretas, mas sim visitar clínicas como Clinique Paul Niehans e Clinique La Prairie para a terapia celular. Nada de novo já que desde 1940 as clínicas aplicavam o tratamento das “células vivas”.

Procurando por esta técnica de rejuvenescimento em nosso território não achei quem fizesse este tratamento. A minha idéia era instalar no Day SPA em São Paulo.

Proibido pelo CRM aqui, muitos países ficaram isolados desta inovação. USA, Argentina e muitos outros países proíbem este procedimento por não apresentar dados concretos do seu resultado.

Mas a passagem de pessoas famosas criou em mim uma vontade enorme de tentar. Winston Churchill atribuiu a sua resistência física ao tratamento. Primeiro-Ministro francês Adenauer, Charlie Chaplin foi pai de uma criança aos seus 70 anos, Cary Grant, George Burns, Bob Hope, Gloria Swanson, Marlene Dietrich e até um cientista Sir Alexander Fleming, descobridor da penicilina. Mas o que é esta terapia? A idéia foi desenvolvida há 2 mil e 400 anos atrás.

Hipócrates levou a teoria adiante. Problemas de fígado, a resposta seria encontrada no fígado saudável de um animal jovem, porque o fígado de ambos, homem e animal operam quase exatamente da mesma maneira. A sua teoria aplicada a todos os órgãos e glândulas do corpo: coração, pulmão, timo, supra-renais, baço, etc.

Foto: Divulgação

Na década de 1930, Dr. Niehans obteve sucesso “na cura” dos doentes, com extratos, mas não impressionou a maioria dos médicos e cientistas. No início de 1960, a nova tecnologia tornou possível para os cientistas marcarem qualquer substância com um isótopo radioativo e depois segui-lo em seu corpo.

Estudos separados em dois dos centros mais famosos de investigação da Europa, a Universidade de Viena e da Universidade de Heidelberg, mostrou, sem dúvida, que os constituintes vitais da glândula de um bezerro ou órgão, quando dado a um ser humano, iam diretamente para a mesma glândula ou órgão.

Foto: Divulgação

Deitada numa maca simples de ambiente suíço, no Hotel des Trois Couronnes em Vivey olhava espantada o médico que me perguntava qual órgão eu gostaria de melhorar; disse sem pensar muito – todos! Vindo direto de uma cabra!

Naquele tempo se usava dois métodos: uma liofilização feita pela Nestlé que eu procurei e o outro de células congeladas.

Preocupada perguntei – Será que depois não vou começar a falar “meeee”. O médico queria me explicar como extraíam os órgãos dos animais no exato momento em que eu queria era cair fora.

A explicação foi muito boa. Alguns compostos bioquímicos são inatingíveis de outra forma. Aprendi a perceber que se alguém gosta de comer gelo, é um claro sinal de problemas no fígado ou deficiência de ferro, praticamente era meu caso. Durante os primeiros 50 anos, o extrato foi um coquetel de órgãos, mas em 1987, a clínica começou a investigação para emprestar credibilidade científica para suas afirmações. Seus testes determinaram que as células do fígado foram o componente mais eficazes, e em 1988, eles se tornaram a base para o extrato CLP.

Foto: Divulgação

 

Na Clinique La Prairie as células são tiradas  a partir de ovelhas de descendência fixa, que são criadas na própria clínica, e o extrato é produzido refinado, e purificado no laboratório, sob a supervisão dasautoridades públicas de saúde. O extrato é usado para ser administrado numa série de 14 injeções, significava que a maioria dos pacientes tinham que ficar na cama. Hoje, é dada como uma bebida e há planos para transformá-los em uma pílula.

Foto: Divulgação

Enquanto Extrato CPL foi originalmente dado para curar órgãos doentes,  agora é usado para desacelerar o processo global de envelhecimento. Resultados prometidos incluem a energia renovada, menos fadiga, elevados poderes mentais, e resistência imunológica melhorada. Os tratamentos de revitalização são destinados a retardar ou reverter o envelhecimento, o declínio mental e reverso dos sintomas da menopausa e andropausa.

As visitas posteriores deveriam ser de 2 em 2 anos que nunca fiz, mas pela prescrição usei uma pílula que continha  alta qualidade e de grau farmacêutico, extratos de timo, baço, coração, fígado, glândulas supra-renais e tecido pulmonar de saudáveis, bovinos jovens.

O que sobrou desta experiência? Uma força física incrível para minha idade e saúde perfeita. Tudo em “em grande estilo”, as chances são de longa vida. Será que tem células frescas do cérebro do Einstein? Não seria o máximo?

 

 

Adicionar comentário