Sopas e Caldos em SP – II

 

APROVEITE O FRIO DE SÃO PAULO E SAIBA ONDE SE DELICIAR COM CREMES E SOPAS QUENTINHAS

Diversità Bistrô 

Até o fim de julho, a casa apresenta seu Festival de Sopas e Cremes, de terça a sábado. Pelo valor fixo de R$ 42, é possível provar três sabores por dia. Nas terças, mandioquinha com carne-seca e alho-poró; nas quartas, feijão preto com risoni e toucinho defumado; nas quintas, sopa de tomate rústico; sextas, sopa de cebola gratinada; aos sábados, creme de coco com salmão defumado.

Foto: Divulgação

 

Forneria San Paolo

O chef Rodrigo Gonçalves apresenta quatro sopas e cremes para celebrar o inverno. Minestrone (sopa de legumes com feijão rosa, R$ 38), sopa de lentilha com legumes e cabelo de anjo (R$ 35), creme de queijo de cabra com pera, nozes e rúcula (R$ 37) e capeletti in brodo (R$ 40).

Foto: Divulgação

 

La Régalade Bistrô e Empório

O chef Lindomar Bezerre prepara três sugestões até o fim do inverno. São o creme de abóbora com camarões e queijo de cabra (R$ 32), a sopa de robalo com legumes (R$ 39) e o cassoulet, tradicional ensopado francês com feijão branco, pato, cordeiro e costelinha defumado (R$ 58). Mas atenção: o cassoulet é servidos todos os sábados, apenas entre 12h e 17h.

Foto: Divulgação

 

Casa da Fazenda do Morumbi

Sopas brilham no cardápio de inverno do restaurante. Além de escolher risotos e sobremesas, é possível degustar canja, creme de palmito, caldo de legumes, capeletti in brodo, creme de mandioquinha, caldo verde, caldo de feijão e creme de cebola. No almoço, é preciso desembolsar R$ 39; no jantar, R$ 52.

Foto: Divulgação

 

Letícia Arte e Talento – Morumbi

A padaria serve sopas todos os dias do outono/inverno, a partir das 17h30. Os quatro ou cinco sabores são escolhidos diariamente. As clássicas de feijão, mandioquinha e legumes costumam ser encontradas. Os preços são divididos em cumbuca pequena (R$ 7), cumbuca grande (R$ 14) e no pão italiano (R$ 17).

 

Foto: Divulgação

 

 Fonte: guiadasemana.com.br

 

Comentário 1

  • airton durante25/07/2012 em 22:26

    Retumbante, maravilhoso, adorei.

  • Adicionar comentário