Rosângela Lyra

 

Tenho acompanhado o seu sucesso com muita alegria. Tinha certeza de que você tinha um belo destino pela frente, com todo o seu entusiasmo e carisma. Segue entrevista abaixo da querida Rosângela Lyra.

 

AV – Para mim é um prazer testemunhar a trajetória daquela jovem que com o apoio da charmosa mãe Fernanda, já ostentava a elegância e o entusiasmo de aluna sempre pronta a puxar pelas outras no Ginastic Center. Seu físico impecável demonstra que a sua inteligência corporal foi incorporada na sua personalidade. Como se exercita atualmente, diante de tantos compromissos que tem?

RL – O tempo sendo um precioso ativo e um dom de Deus, não devemos desperdiçá-lo. Trabalhar e fazer atividades físicas requer disciplina. Acostumei a ler os jornais na esteira/bike/transport. Já me ajuda muito na logística do meu dia. E ter um bom, criativo e entusiasta professor é fundamental. O meu, Alexandre Polo, está comigo há 16 anos e suas aulas nunca viraram rotina! Muita criatividade mesmo!

AV – Com o aumento expressivo da expectativa de vida, você sente algum direcionamento da Dior na nova consumidora – a mulher madura?

RL – Nossas consumidoras estão se ampliando nas duas pontas, cada vez mais jovens e cada vez mais as mulheres maduras. A marca fala com ambas. Precisa apreciar elegância e estar em relativa forma, a roupa se encarrega de deixá-la totalmente em forma.

AV – Nas suas seleções de peças para o Brasil, as mulheres de RG baixo são contempladas?

RL –Sim, todas as mulheres, afinal só ha duas idades, menina e mulher.

Foto: Divulgação

AV – Na França, sobretudo, é normal as mulheres ostentarem os cabelos brancos. Como é para você este posicionamento?

RL – Eu ainda não tenho cabelos brancos , não pinto os cabelos e como tudo que não temos, acho lindo o cabelo branco! Só acho que eles têm que vir acompanhados de saúde, bem estar e elegância no agir e no comportamento. Não pode vir com xale, óculos na ponta do nariz e tricô, tudo junto.

AV – O que é para você a elegância numa mulher madura?

RL – Elegância é tratar bem e com educação as pessoas a nossa volta.

AV – Sua conhecida posição “anti-botox” estende-se a todos os procedimentos dito traumáticos contra o envelhecimento?

RL – Sim, sou “anti-botox”, anti-preenchimento, anti-agressões ao rosto.

AV – Sua sensibilidade sobre o gosto da mulher brasileira, fez com que a sua Dior fosse vice-campeã num ranking de 200 concorrentes. Quais as características principais no perfil das suas clientes?

RL – Cliente que aprecia a sensualidade naif (ingênua), sexy sem ser vulgar.

AV – Além do seu entusiasmo e sua energia, o seu conhecido bom-humor facilita no cumprimento de suas diversas atividades?

RL – Bom humor e a fé!

AV – Como se sente no papel de avó, apesar de ser tão jovem?

RL – É maravilhoso demais ser avó! Respondi essa pergunta com sorriso nos lábios! E ser avó jovem, de poder pular e brincar é um dom de Deus!

AV – No meio de tantos compromissos existe espaço para o lazer?

RL – Não assisto TV ha 10 anos ou mais, já perdi as contas. Isso ajuda há sobrar mais tempo. Leio muito, jogo tênis e nado aos finais de semana, tenho meu marido como companheiro para atividades esportivas ou somente pra ler lado a lado.

 

 

 

Adicionar comentário