Panamericana Art’s Collection

Panamericana abre sua coleção de obras de arte para o público pela primeira vez 

Com curadoria de Jacob Klintowitz, a exposição Panamericana Art’s Collection traz trabalhos de Mira Schendel, Antonio Henrique Amaral, Hugo Pratt, Caciporé Torres, Wesley Duke Lee e Modigliani, entre outros. A mostra faz parte das comemorações aos primeiros 50 anos da Escola 

Foto: Divulgação

Ao longo de cinco décadas, a Panamericana Escola de Arte e Design formou uma coleção com obras de artistas de diferentes tendências, vertentes e estilos, que fazem um passeio por quase um século de arte, cultura e história, no Brasil e no mundo. Foram escolhidas e adquiridas por Enrique Lipszyc, fundador e presidente da Panamericana, pela qualidade e capacidade de inovação e criatividade de quem as fizeram. São esculturas, pinturas e desenhos, que vão do realismo ao expressionismo, passando ainda pelo surrealismo e também pela pop art e op art, com destaque para produções de César Baldaccini, Antoni Tapies, Nicolas Vlavianos, Oswald de Andrade, Antônio Peticov, Hugo Pratt, Amadeo Modigliani, Mario Cravo, Caciporé Torres, entre outros renomados artistas. 

Com curadoria de Jacob Klintowitz, a Escola irá inaugurar, no dia 24 de outubro, a partir das 17h, a exposição Panamericana Art’s Collection. A mostra, que reunirá 60 obras, que faz parte das comemorações aos primeiros 50 anos da instituição, estará aberta ao público até o dia 07 de fevereiro de 2014, na sede da rua Groenlândia, 77. “A exposição é uma forma de celebrar esse momento tão importante com os nossos alunos, amigos, parceiros e todos os amantes das artes, que terão a chance de ver de perto trabalhos de Siron Franco, Antonio Henrique Amaral, José Roberto Aguilar e Luiz Paulo Baravelli, por exemplo. No total, apresentaremos trabalhos definitivos de 44 artistas”, afirma Enrique Lipszyc, fundador e presidente da Escola. 

Foto: Divulgação

 

Segundo Jacob Klintowitz, por ser uma coleção particular, no caso, de uma escola de arte, as obras que estarão expostas na Panamericana foram adquiridas a partir de um olhar diferenciado, original e não convencional. É o espaço da intuição, do impulso e do gosto pessoal, enquanto museus, pinacotecas e fundações obedecem a critérios históricos e justificativas estéticas e culturais. 

Muitos dos artistas, inclusive, ainda não eram reconhecidos quando o presidente da Panamericana adquiriu as peças, pois o que buscava naquele momento eram obras impactantes, que aliassem técnica e criatividade. “O que une esses 44 artistas presentes na Panamericana Art’s Collection é a qualidade intrínseca do trabalho, do caráter visionário impresso em suas criações, da criatividade e da capacidade de se expressarem. Foram selecionados por uma instituição preocupada unicamente com a inovação e a criatividade. Não existe melhor critério do que este para formar uma coleção”, explica Klintowitz. 

O principal diferencial da Panamericana Art’s Collection é justamente a diversidade das obras e de seus criadores. “Dificilmente, o público poderia ver de perto, em uma mesma exposição, o colorido e a brasilidade de Rubens Gerchman, a sensibilidade gráfica de Mira Schendel e a simplicidade genial de Wesley Duke Lee. São trabalhos produzidos por nomes que fazem parte da história da arte, mesmo que não sigam uma mesma linha ou tendência”, afirma Klintowitz.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

SERVIÇO: Panamericana Art’s Collection – CURADORIA JACOB KLINTOWITZ

Local: Panamericana Escola de Arte e Design – Rua Groenlândia, 77, Jardim Paulista – SP

ABERTURA: 24 DE OUTUBRO, A PARTIR DAS 17H

Período: 24 de outubro de 2013 a 07 de fevereiro de 2014

Horário: de segunda a sexta, das 9h às 21h, e sábado, das 9h às 12h. Não abre aos domingos e feriados 

GRÁTIS – ABERTA AO PÚBLICO

 

Adicionar comentário