“Os jardins fazem a cidade”

Mostra “Os jardins fazem a cidade” ficará em cartaz no MuBE de 22 de junho a 31 de julho

Foto: Divulgação

São Paulo recebe, desde 22 de junho, a exposição fotográfica “Os jardins fazem a cidade”, baseada no livro “Des Jardins dans la ville” (“Jardins na cidade”; arte/La Martinière, 2011), do renomado fotógrafo francês Michel Corbou. A mostra é uma parceria entre a Aliança Francesa e o MuBE – Museu Brasileiro da Escultura. 

A exposição elucida a importância dos jardins e da paisagem como patrimônio coletivo das cidades, e apresenta, em 69 fotos, o olhar do artista defensor dos jardins públicos. Os trabalhos expostos em São Paulo mostram 57 cenas de jardins e paisagens urbanas, que foram captadas pela Europa (na França, Espanha, Portugal, Itália, Alemanha, Grécia e Suíça), e 12 imagens do Brasil (no Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo), onde Corbou esteve entre novembro e dezembro do ano passado. 

A mostra, que passou pelo Museu do Meio Ambiente do Jardim Botânico do Rio de Janeiro de março a maio deste ano, contempla cenários conhecidos e outros pouco explorados, que vão desde cartões postais, como o Jardim de Luxemburgo (fonte Médicis), em Paris, a espaços privados, como o Varengeville, no litoral da Normandia, ou paisagens antigas, como o Kolymbetra, no vale dos templos no sul da Sicília, que data o ano de 500 antes de Cristo.

Foto: Divulgação

Durante anos, as atividades de fotógrafo e autor de documentários levaram Corbou a se interessar pelos jardins públicos, sempre com um olhar político sobre esses espaços. Algumas referências desta visão são suas exposições em Paris (2011, 2012, 2013), o documentário “Les jardins font la ville” (“Os jardins fazem a cidade”)  e a obra “Des jardins dans la ville” (“Os jardins na cidade”). Atualmente, o artista trabalha na formatação da história da primeira globalização, chamada “Le Voyage des Plantes” (“A viagem das plantas”). 

A realização da exposição é da Aliança Francesa em parceria com a Câmara de Comércio França-Brasil, que promoveu a Semana Francesa de 14 a 23 de junho, em que a exposição de Corbou é uma das atrações. Durante todo o período da exposição será exibido o filme “Les jardins font la ville”, concebido e roteirizado por Michel Corbou, que conta com a participação de Gilles Clément, François Barré, Pascal Cribier, Peter Latz, Olivier Mongin e Michel Péna. O filme é em francês, com legendas em português.

Foto: Divulgação

Serviço:

Os jardins fazem a cidade – Les jardins font la ville

Onde: MuBE – Av. Europa, 218 – São Paulo

Quando: de 22 de junho a 31 de julho

Terça a domingo das 10h às 19h

Entrada gratuita 

Sobre Michel Corbou

Fotógrafo, autor, realizador de manifestações artísticas, Michel Corbou se interessou durante muito tempo pelas novas formas desenvolvidas pelas NTIC (novas tecnologias da informação e da comunicação). Contudo, o essencial do seu percurso revela como marca pessoal uma atração constante pelas relações desenvolvidas entre natureza e cultura, concretizada pela produção de exposições “Interactive Plant Growing” – “Interação com o crescimento da planta” – (L. Mignonneau/C. Sommerer, Monaco, Musée Seita/Paris, 1994), de instalações sonoras “Le Triangle d’Incertitude” – “O triângulo de incerteza” – (C. Le Prado, Paris, Brest, 1996), ou por uma pesquisa feita no Canadá (Montreal, Banff Center for the Arts, Vancouver, 1996-97) como bolsista da “Villa Médicis Hors les Murs”.

Durante anos, sua atividade como fotógrafo e como autor de documentários o levou a se interessar pelos jardins públicos, território de um olhar político sobre esse ideal laico, republicano e internacional. Diferentes exposições em Paris (2011, 2012, 2013), o documentário “Les jardins font la ville” (“Os jardins fazem a cidade”)  e a obra “Des jardins dans la ville” (“Jardins na cidade”)  são referências desse olhar.

Entre os inúmeros projetos, no qual o jardim público é o vetor essencial, ele busca atualmente um trabalho de formatação da história da primeira globalização: “Le Voyage des Plantes” (“A viagem das plantas”). 

 

Adicionar comentário