O Vale do Issa

 

Czeslaw Milosz descreve em novo romance detalhes impressionantes da história de um menino arrancado de seu mundo para viver aventuras além da imaginação.

Vale do Issa, romance do vencedor do Prêmio Nobel de Literatura, Czeslaw Milosz, traz a história de Thomas, criança moradora da Terra dos Lagos, no Vale do Issa. O local de severo cenário nórdico europeu, coberto por geleiras, de solo arenoso e rochoso é descrito em detalhes impressionantes por Milosz, do barulho dos gansos à identidade única das colônias de árvores, passando pela confecção manual das roupas e utensílios de quem lá vivia.

Foto: Divulgação

Thomas, o protagonista, tem sua história de vida descrita em detalhes vívidos desde a sensação dos bigodes de seu avô (que o criou) até as cantigas que as meninas cantavam nas ruas. O autor envolve o leitor no mundo fantástico de forma sinestésica. Sente-se o frio das montanhas, ouve-se o barulho das águas.

“Sentaram-se sobre um amontoado de musgo e Romuald partiu o pão integral e queijo que havia sido retirado de sua bolsa de caça. Thomas, que havia se sentado entre esses homens tantas vezes no passado, nunca se sentiu tão distanciado, tão longe, como agora: um mundo os dividia. Nem Victor – o velho e gago Victor – havia voltado de mãos vazias. Eles eram feitos de uma substância diferente. O que era? Ele podia caçar com o melhor deles. Eles mesmos não haviam dito? Qual era o segredo que até mesmo Victor sendo desajeitado como era parecia possuir, mas que ele não possuiria? A tarde brilhava lá em cima, o tedioso calor do pântano, lagartos correndo apressados para suas áridas ilhas entre os liquens. Ele se sentou com os olhos fechados, aparentemente banhando seu rosto no sol, mas havia tristeza por dentro que pesava como frias balas de chumbo”.

Denso, o livro também trata tanto das contradições da natureza, quanto da vida e da morte, de fantasmas e crenças. Até que o garoto é arrancado de sua infância no Vale do rio Issa e parte para aventuras além de seu vale e de nossa imaginação. Lutas, caças, animais assustadores e debates internos recheiam o romance de emoção. A aproximação emocional que o leitor tem com o protagonista é tão intensa quanto às sensações que Thomas vive.

O novo romance da Editora Novo Século é uma experiência sedutora e cativante que leva às descobertas incríveis sobre a história de Thomas, seu passado, e os contos e mitos do Vale.

“Um romance não apenas impressionantes, mas cativante. O Vale do Issa tem a sensualidade e a instintividade associadas a romances que são aparentemente inspirados pelas lembranças e infância dos próprios”.

Michael Irwin, Suplemento literário do The Times

 

Sobre o autor: Cesar Milosz nasceu em 1911 na cidade de Sateiniai, Lituânia, tendo se naturalizado norte-americano nos anos setenta. Na mesma década, em 1976, recebeu o título de Membro Honorário de Guggenheim de poesia e tradução poética e, em 1978, o Prêmio Internacional Neustadt de Literatura. Dois anos, mas tarde, ganhou o Prêmio Nobel de Literatura. Escritor, tradutor, poeta e crítico auto-exilado, Czeslaw Milosz tem sido aclamado por expressar “com uma clareza descomprometida a condição exposta do homem em um mondo de conflitos severos”.

 

Adicionar comentário