O Fantasma do Envelhecimento

 

Qual a mulher que em sã consciência quer envelhecer?

Milhões de cremes anti-sinais do tempo surgem nas indústrias. Cientistas não param de procurar produtos que alimentem a voracidade da mulher em querer evitar a perda da juventude.

Não se tem a menor dúvida de que o inventor da fonte da juventude seria em uma semana, o ser mais rico do planeta, batendo de longe o mexicano Carlos Slim.

O pavor de perder os encantos físicos já levava “Cleópatra” a se melar inteira nos seus banhos de leite de cabra com mel.

Precisa ser muito desencanada para propagar aos sete ventos que tem orgulho das rugas do rosto, pois estampam o trajeto percorrido… Nem as politicamente corretíssimas devem achar graça por terem trocado as frutas no rosto: de pêssego para uva passa.

Mas, ao contrário da rainha do Nilo, que morreu aos 39 anos, a expectativa de vida da mulher brasileira hoje, está em torno de 80 anos. Problemão à vista para quem tem horror de ficar velha!

Ok, com plásticas, botox, injeções mágicas etc. as mais encanadas vão segurando. Mas, “Quosque Tandem” Cléo?

Independente da idade que a mulher tenha, por lei, aos 60 anos é considerada idosa e tem não só o direito, mas o dever de se beneficiar da determinação legal.

Na porta do cinema, por exemplo, mesmo que tenha que jogar no chão tudo o que tem na bolsa, armar a maior confusão para finalmente achar sua carteira de identidade e provar que apesar de aparentar 38 tem 60 anos, vale à pena!

A gente tem direito adquirido  em pagar meia-entrada nos ingressos e ponto final!

Este é um dos benefícios que a lei 10741/2003 trouxe. Devemos deixar de nos ofender com a determinação  que resolveu que aos 60 anos somos idosas (ai como soa mal ainda esta palavra) e tratarmos de ver o que ela tem de positivo, isso sim.

Afinal de contas, a lei existe para ser cumprida, e no exemplo acima, quem deveria ir contra ela, seriam apenas os donos de cinemas e teatros  e não nós, as beneficiadas.

Foto: Divulgação

Comentário 1

  • Maria de Fátima Silva30/08/2013 em 08:14

    realmente é verdade´! Pena que em nosso país envelhecer significa sofrer. Luto diariamente para lançar novas sementes em minha vida e com isso alimentar a minha capacidade de ser feliz! envelhecer é lindo, quando podemos perceber isso sem tentar encobrir o momento da maturidade. bjs
    Você escreve muito bem!

  • Adicionar comentário