Meninas quase idosas: Atenção!!!

por Ana Boucinhas

     SE você é feliz e saudável sendo ortodoxamente vegana, distante de todos os vícios, dorme cedo, não se estressa e faz exercícios regularmente… beleza! Pode parar de ler. Para você, vai ter só abobrinha e no máximo vai lembrar de alguma super receita com este vegetal de pouca personalidade. 

     O assunto é só para as futuras envelhescentes que adoram uma picanha fatiada malpassada, com um arroz biro-biro, antecedida por uma gostosa caipirinha e acompanhada por um bom vinho ou algo no gênero que se sinta feliz em saborear.

  Por melhor que seja a genética, fatores externos tipo poluição, enlatados, fumo, sedentarismo e por aí vai, interferem sem que se perceba no equilíbrio das moléculas do organismo. Deixar os tais “radicais livres” leves e soltos provocando a maior confusão nas moléculas, é aceitar que o organismo vai acabar mal, sem a menor dúvida.

   Esta atitude é coisa de idosa do século passado, onde o médico só era procurado para curar as doenças existentes.

   Hoje em dia, o negócio é tratar de fazer o preventivo para encarar a super idade com o maior gás. E a medicina ortomolecular veio para isso. Em grego, ortho =equilíbrio e molecular refere-se às moléculas, obviamente. Mantendo o perfeito balanceamento bioquímico no organismo, doenças graves não têm chance de aparecer.

    Se por um lado, um I Phone vai ficando demodée em pouco tempo a raiz do cabelo começa a embranquecer em 20 dias, por outro, nem a Polyana acredita que seus órgãos internos estão lindos e faceiros como quando era jovem… Hellowww!!!!! Claro que envelhecem naturalmente, mas combatendo os tais “radicais livres”, o organismo permanece saudável e isto é o que importa. Ser velho já é chato. Mas ser velho cheio de doenças deve ser um horror!!!!!

  Para saber a quantas andam as partes não visíveis do corpo, meu super médico, Abib Maldaun Neto, pede que eu faça semestralmente os exames laboratoriais básicos: sangue, urina e fezes. Vai que esbarrei sem me dar conta em algo que deu uma “contaminada” indesejada. O de sangue é tão amplo em detalhes que dá até medo de sair de lá com anemia, de tantos tubos que são enchidos. Mas aí mora o controle!!

  Através dos resultados, fica evidenciado o que tem a mais e a menos do que o necessário. Na leitura deles, no exame clínico e no papo descontraído sobre a qualidade de vida que se está levando, o super doutor Abib, como se estivesse incorporando a dona Filhinha, se concentra e desanda a prescrever os componentes da fórmula a ser tomada no período seguinte.

   Exames de imagem, dentre outros, fazem parte do pacote do check-up anual. Perder horas em laboratório é bem mais chato do que ficar esperando o avião que atrasou, sem a menor dúvida. Mas é importante fazer uma checagem geral para saber o tamanho do estrago que o tempo anda fazendo. Nada escapa do controle. Do pulmão às artérias é tudo esmiuçado.  Aí entram alguns remédios alopáticos que, aliás, são sempre os de ponta. Poucas escapam da malfadada osteoporose, por exemplo, mas muitas ainda tomam cálcio diariamente. Particularmente, uma vez por ano, me planto por meia hora tomando uma injeção tipo soro e já estou “calcificada” pelos próximos 365 dias!!!!

   Claro que, caso apareça algo preocupante, na mesma hora já sou encaminhada para um especialista. Eu tive um piripaque na minha paratireoide (nem sabia que a tireoide tinha uma parente) e em dois tempos mandei as duas irem na minha frente pra debaixo da terra.

   Assim, futuras coroas, comecem desde cedo a se prepararem para ter uma longevidade sadia. Não deixem que o alumínio, o chumbo ou outros metais tóxicos façam a maior zona no seu organismo. Não precisam ficar histéricas com a qualidade da alimentação. Um dos trocentos tubos de sangue vai detectar também a deficiência ou o exagero dos nutrientes ingeridos e aí… os componentes na fórmula vão acertar tudo. E fiquem atentas a todos os exames regulares, pois são essenciais para chegarmos vivas à longevidade.

Reforço ainda que, ao lado das amigas queridas, um médico que conheça na ponta da língua o histórico do seu organismo, vai ser o seu maior aliado lá na frente!

Comentários 2

  • Nilza19/03/2019 em 12:36

    Amei, aprendi mais uma lição de vida e bem-estar. Obrigada!

  • Gladys Clouzet Roman17/03/2019 em 20:36

    Adorei todas as recomendações. Obrigada pela lembrança, pois, muitas vezes é possível esquecer !

  • Adicionar comentário