Mais um dia internacional…

 

Dentre tantos dias internacionais, o da Mulher, o da Felicidade, o do Índio, o do Meio Ambiente, parra apenas citar alguns, descobri que 25 de outubro é o Dia Mundial do  Macarrão! O dia 31 do mesmo mês, no hemisfério norte é o dia das Bruxas (Halloween) e graças a alguns deputados de esquerda, sempre alertas quando ao chamado imperialismo  cultural, no Brasil é o dia do Saci, desde 2003. Este dia é defendido por muitos intelectuais como em que se  faz “resistência pacífica”  ao Halloween para preservar mitos nacionais. Mario Candido e Mouzar Benedito fundadores da Sociedade dos Observadores do Saci (Sosaci) compartilham o mesmo ponto de vista.

Aí me vem a piada que petista é como macarrão, só é duro quando não está na panela. Usando o Google, descobri que o Dia Mundial do Macarrão foi criado no dia 25 de outubro de 1995, durante o I World Pasta Congress (Congresso Mundial de Macarrão), realizado em Roma, que reuniu os principais fabricantes do mundo. Obviamente, tinha de ter sido criado na Itália! Saibam todos que o Brasil é o terceiro maior mercado de macarrão do mundo, atrás da Itália e dos Estados Unidos.

Obviamente o Dia Mundial do Macarrão é uma jogada de marketing  dos seus produtores. Alguns dizem que ele engorda por ser rico em carboidratos. Já muitos atletas que fazem exercícios aeróbicos, como corredores, ciclistas, nadadores, etc. o consomem para repor a energia gasta. Mesmo assim, muitos recomendam tomar cuidado com os molhos vermelhos e brancos. Imaginem o que é comer macarrão sem molho. Um horror.

Algumas dietas como a do Dr. Atkins proíbem a ingestão de alimentos com carboidratos, como macarrão e pão, O cara emagrece, mas fica infeliz. Daqui a pouco vem a anistia, como veio a do ovo, que por décadas foi um alimento condenado.

Resumo da ópera vamos comer macarrão com molho vermelho ou branco e uma banana aos seus detratores.

Foto: Divulgação

 

Adicionar comentário