Luxo…

Luxo nas Companhias Aéreas

Foi-se o tempo em que as companhias de aviação americanas e europeias dominavam os ares. Na disputa pelo “Oscar” concedido em Londres pela Skytrax, as dez primeiras colocadas em 2012 são todas do outro lado do mundo.

Todos os anos, durante 10 meses cerca de 19 milhões de passageiros avaliam os 36 quesitos que culminam com a definição dos grandes vencedores. Do check in ao desembarque, passando pelas salas Vips, segurança, serviços e comodidades a bordo, 200 empresas aéreas classificam-se para a disputa.

Foto: Divulgação

Para quem acha que o glamour e a sofisticação dos voos comerciais lá do passado desapareceram, uma surpreendente reviravolta mostra o resgate aprimorado dos tempos áureos.

Como a batalha entre as companhias aéreas gira em torno dos altos executivos que precisam de conforto para perambularem com seus contratos pelo mundo, a turma capricha e muito.

Foto: Divulgação

O negócio já começa na chegada ao aeroporto, onde um funcionário é destacado para fazer as honras do passageiro da primeira classe no check in. Daí direto para as salas Vips, que não são salas, mas verdadeiros hotéis, com espaços para spas completos com massagens, duchas e jacuzzi, business center, centro médico, cabeleireiros, restaurantes e o que mais o passageiro sonhar em ter.

Parece claro que a turma da primeira não pode sujar as solas dos sapatos e assim todos saem do “hotel” direto para limusines que os levarão às escadas do avião.

Aeromoças-gueixas já se desdobram na recepção e acomodação e, por menor que seja o trecho percorrido, o serviço é impecável e nada de barrinhas de cereais. Pratos rápidos ou complexos estão à disposição para atender aos passageiros. Aos estrelados, as refeições são cinco estrelas, feitas na hora por chefs de cuisine e acompanhadas pelo que há e melhor em vinho. Democrática apenas a parte de entretenimento. Para todos, é oferecida a opção de 150 filmes e quase mil vídeos, mas chuveiros à bordo, só para os que pagam bem à mais.

Foto: Divulgação

Chega a ser escandaloso o conforto da primeira classe nos voos de longas duração. Bateu o sono, lá vem a graciosa aeromoça preparar a suíte, pois o passageiro não pode sofrer o desconforto de dormir em público. Com lençóis egípcios de milhões de fios, cobertores de cashmere e travesseiros de plumas, a cama absolutamente plana está pronta e uma porta deslizante isola o felizardo que cairá nos braços de Orfeu, já com seu charmoso pijama quentinho.

Para embalar o sono, a cama também tem um dispositivo massageador que pode ser usado. Sendo mulher então, o que tem de produtos de beleza de primeira linha para a limpeza e proteção da pele, não está no gibi. Para aguardar o sono chegar, as revistas mais sofisticadas do mundo estão à disposição para as que não curtem dormir com a TV com tela de 15 polegadas acesa.

Foto: Divulgação

Mas ao lado da sofisticação na decoração, onde designers de primeira se responsabilizam pelos materiais usados com classe e funcionalidade, quesitos menos cheios de “fru-fru” também entram na competição. Nas ultra modernas frotas que compõem cada companhia, notas também são dadas à segurança, à limpeza, e aos equipamentos da cabine de pilotagem e a impecável delicadeza dos comissários.

Foto: Divulgação

Os espetaculares aviões, alcançam 81 destinos divididos entre as Américas do Norte e do Sul, Europa, Ásia e Oriente Médio.

Na grande solenidade da entrega dos prêmios, o terceiro lugar foi para a Singapore Airlines, o segundo para a Asiana AIrlines e do país considerado pela revista Forbes como o mais rico do mundo, saiu a grande vencedora QATAR AIRWAY!!!!

Comentários 2

  • Maria Eugenia Coelho da Gama Cerqueira24/05/2013 em 00:39

    Também sou candidata! Quanto custará cada km de voo?…

  • Margarete Machado15/05/2013 em 22:10

    Hummmm vou sim viajar num destes aviões!!!!

  • Adicionar comentário