Liderança positiva

 

NOVOS LÍDERES PARA NOVOS TEMPOS

O que é liderar nas empresas onde a geração Y começa a ascender, as funções começam a ser compartilhadas e o trabalho a distância já virou opção de muitos profissionais?

O mundo corporativo não é mais o mesmo. Mudou. A maneira de organizar e liderar pessoas ficou para trás e não se consegue mais basear sucesso empresarial com hierarquia e departamentos. O conhecimento enfim ganhou destaque e se sobrepôs ao capital financeiro, haja visto, que hoje, as maiores empresas, as que fazem parte do nosso cotidiano, surgiram nas garagens ou nos quartos das universidades americanas. Hoje, o conhecimento é o primeiro artigo no comércio em geral, é vendido e entregue, mas o dono continua com ele.

Foto: Divulgação

A nova liderança tem como grande desafio influenciar e mobilizar os colaboradores para que, motivados, sejam mais produtivos. O novo líder tem em sua marca a criatividade e precisa ajudar a criar, mobilizar as pessoas para que implantem as mudanças.

Sobre esse assunto, a Editora Évora traz o livro Liderança Positiva do professor Gilberto Guimarães, que logo na apresentação dispara: “liderança não é um dom, mas uma tarefa, função que pode ser aprendida. Para ter sucesso, um líder precisa, primeiro, conhecer-se muito bem, ou seja, saber como age e reage, o que sabe, do que gosta, o que quer, por que quer, etc. Em seguida, ele precisa aprender a conhecer muito bem os outros – como agem e reagem, o que sabem, do que gostam, o que querem, por que querem, etc. Algumas pessoas podem ter isso como uma característica pessoal inata, mas outras, sem esse dom natural serão obrigadas a desenvolver habilidades e competências.”

O professor apresenta capítulos que discutem a destruição criativa e a aldeia global de McLuhan, a evolução da liderança e seus diferentes estilos, as características e competências do líder e como torná-lo eficaz. O conceito da liderança positiva, a avaliação e o desenvolvimento de líderes, acompanhados de resultados financeiros coloca uma avaliação para que o leitor reflita sobre que tipo de líder ele é ou pode se tornar. O líder necessário ou o que vai fazer a diferença no mundo corporativo é o que reúne os pensamentos dos colaboradores e consegue convergir para um ponto em comum, transformando profissionais em equipes motivadas e produtivas.

Foto: Divulgação

Adicionar comentário