Lendo com os netos

 

Compartilhar uma história é uma forma especial de passar o tempo com os netos. Toda criança aprecia um bom enredo, que cative a imaginação e seja interessante. A única coisa melhor que isso é compartilhá-la com alguém. Ler com seus netos é importante tanto para eles quanto para os avós.

É uma forma de convívio de qualidade, longe da tecnologia, de vídeo games, da internet e da televisão. Um bom livro é algo muito importante que beneficia, desenvolve e estreita os laços afetivos. Não importa a idade da criança. A maioria gosta de escutar mas convém já fazer com que ela adquira o hábito desde pequenina. É gostoso ouvir a voz dos avós, saber-se alvo de atenção e vivenciar aventuras com eles, adquirindo amor pelos livros. A escolha adequada, de acordo com o desenvolvimento e áreas de interesse da criança, facilita o entendimento e cabe ao adulto fazer com que a leitura prenda e seja aprazível.

Foto: Divulgação

O momento também é de suma relevância – nada pode ser impositivo mas sim um convite feito e aceito volitivamente. Não se trata de “dever de casa” – é diversão! Livros são um grande presente de aniversário e natal e outras datas festivas, se bem selecionados. A maioria traz indicadores das faixas etárias a que se destinam, o que facilita a compra. Programar de vez em quando uma ida com os netos a livrarias e bibliotecas, torna-se um passeio – com direito a sorvetes e lanches.

Incentive a criança a escolher seu material de leitura. Conte a ela trechos ou sinopses de livros que tenha lido, fale sobre os personagens e porque eles ficaram guardados em sua memória. A cada leitura, pergunte o que a criança achou da história, peça sua opinião. É interessante observar dessa forma, o desenvolvimento infantil. O tempo passa muito rápido e estes são momentos preciosos que jamais serão esquecidos.

Comentários 2

  • Elizabeth Valente22/08/2013 em 18:29

    M. Eugenia, essa matéria é corretíssima. Minha mãe juntava todos os filhos à noite para ler um capítulo de um livro pois na época não havia TV, no interior de S.Paulo. Adorávamos e compartilho esse hábito prazeroso com os meus netos, presenteando-os com livros desde pequenininhos e incentivando-os a viajarem em suas histórias. Tem sido mto gotoso acompanhar essas descobertas e desenvolvimentos culturais.
    Parabéns!

  • Alfredo Donadio21/08/2013 em 21:01

    Maria Eugenia
    Ótimo post. Incontestável!
    A educação começa de casa e o livro é uma ferramenta poderosa que exercita a imaginação e criatividade. Compartinhar com os netos não sei pois ainda não os tenho, mas certamente deve ser fantástico!
    Parabéns!

  • Adicionar comentário