Jubileu de Diamantes

 

                                                Jubileu de Diamantes – 60 anos de Reinado

Foto: Divulgação

A rainha Elizabeth 2ª comemora neste ano 60 anos no trono britânico, uma data conhecida como Jubileu de Diamante e celebrada com festa no Reino Unido e na Commonwealth (Comunidade Britânica). As comemorações marcadas para todo o ano têm seu ápice entre os dias 2 e 5 de junho, quando ocorrem festas de rua, shows, missas e outras homenagens à monarca de 86 anos.

Quando Elizabeth Alexandra Mary nasceu, em 21 de abril de 1926, não era esperado que se tornasse rainha: ela era a terceira na linha de sucessão, atrás do príncipe Edward e de seu pai, o príncipe Albert (depois coroado rei George 6º). Mas após a abdicação do tio (em 1936) e a morte de seu pai (em 1952), Elizabeth se tornou rainha, com a cerimônia de coroação – com juramento ao posto – ocorrendo em 2 de junho de 1953. Hoje, é a segunda monarca que ficou mais tempo no trono, atrás apenas da rainha Victoria, que governou por 63 anos.

Foto: Divulgação

Aos 85 anos, a popular soberana, que geralmente celebra privadamente a data que também representa o aniversário da morte de seu pai, George 6º, não pediu nenhuma comemoração oficial neste dia histórico.

A agenda consistirá em uma visita à prefeitura de King’s Lynn, que fica a 10 km de sua residência de Sandrigham, no condado de Norfolk (leste da Inglaterra), onde passou o fim de semana com o marido Philip, o duque de Edimburgo, e outra a um colégio na vizinha Dersingham.

O único ato oficial da rainha foi a publicação de uma mensagem de bons votos aos britânicos e aos povos dos outros 15 países da Commonwealth, dos quais ainda é chefe de Estado, agradecendo-os pelos anos “maravilhosos de apoio e ânimo”.

Foto: Divulgação

“Hoje, quando celebro 60 anos como vossa rainha, escrevo para agradecer pelo magnífico respaldo e alento que vocês têm dado a mim e ao príncipe Philip, ao longo de todos esses anos, e dizer o quão profundamente nos emocionamos ao receber tantas mensagens amáveis sobre o Jubileu de Diamante”, afirmou a soberana no texto divulgado pelo Palácio de Buckingham.

“Neste ano especial, enquanto me dedico novamente a servi-los, espero que todos recordem o poder da união e a força da família, da amizade e da boa vizinhança”, afirmou.

“Também espero que este ano do Jubileu seja um momento para agradecer os grandes avanços conseguidos desde 1952 e olhar para o futuro com a mente clara e um coração solidário ao unir-nos em nossas celebrações”, completou.

Foto: Divulgação

Elizabeth 2ª chegou ao trono após a morte de seu pai em 6 de fevereiro de 1952, quando ela estava com seu marido, o duque de Edimburgo, no Quênia. Aos 85 anos, a rainha passa a ser a soberana britânica que mais tempo esteve no trono depois da rainha Vitória, que foi monarca durante 63 anos.

Uma exposição com tiaras, coroas, colares e broches de brilhantes vai marcar o jubileu de diamantes da rainha Elizabeth 2ª, que comemora 60 anos de reinado em 2012.

A exibição, programada para agosto e setembro no Palácio de Buckingham, em Londres, vai trazer jóias usadas por monarcas britânicos nos últimos 200 anos e inclui algumas das peças pessoais da rainha.

Um dos destaques é a Tiara das Meninas da Grã-Bretanha, que a rainha Elizabeth 2ª usou em um banquete em novembro do ano passado. A tiara foi um presente para a então princesa Victoria Mary of Teck em 1893, mais tarde coroada a rainha Mary, avó da monarca atual.

Foto: Divulgação

Originalmente, a peça tinha pérolas no topo, mas foi alterada em 1920 pela rainha Mary, que as trocou por diamantes e retirou a base. A tiara é uma das favoritas da rainha Elizabeth 2ª e é conhecida como “tiara da vovó”, já que foi um presente de casamento de sua avó para ela em 1947.

Os visitantes também verão o broche Williamson, que tem um raro diamante rosa, considerado o mais belo do mundo, e o colar collet com 25 grandes brilhantes e um pingente central de 22,48 quilates. O colar foi criado em 1858 para a rainha Victoria, a única outra monarca britânica a celebrar o jubileu de diamantes, a partir de uma cinta-liga e uma espada cerimonial. 

Arte e Tesouros

No Castelo de Windsor, entre fevereiro de 2012 e janeiro de 2013, será exibida uma coleção de 60 fotos da rainha nas últimas seis décadas, incluindo o trabalho de renomados fotógrafos. Outra mostra criada para marcar a data vai reunir pinturas, desenhos, móveis e jóias recolhidos de oito residências reais no Palácio de Holyrood, em Edimburgo.

Também haverá uma exposição itinerante de dez dos melhores desenhos de Leonardo Da Vinci da Coleção Real e a maior exibição dos estudos do corpo humano de Da Vinci no Palácio de Buckingham.

“A Coleção Real está feliz em poder partilhar, em nome da rainha, alguns grandes tesouros com museus e galerias em toda Grã-Bretanha”, disse o diretor da Coleção Real, Jonathan Marsden.

“Esta é uma homenagem à altura do comprometimento de sua majestade nos últimos 60 anos com o cuidado e a preservação da Coleção e com um maior acesso do público.”

Em suas seis décadas no trono, Elizabeth 2ª conviveu com diversos primeiros-ministros britânicos e diferentes líderes mundiais.

Ela viu seu país entrar e sair de conflitos militares, sofrer um atentado e provou a capacidade de adaptação da monarquia diante de crises e transformações mundiais.

 

Fonte: ultimosegundo.ig.com.br 

Adicionar comentário