Gilda Batista

 

Alan F. Schatzberg, chefe da psiquiatria da Standford University, em palestra sobre conexão Mente- Corpo, afirmou que a melhor coisa que a mulher pode fazer pela sua saúde é nutrir a relação com as amigas.

Compartilhando a alma, aumenta-se a produção de serotonina, criando um sentimento de bem estar geral. Como as mulheres se conectam de forma diferenciada, oferecem apoios mútuos que ajudam a lidar com o stress.

Mulheres maduras “antenadas”, já tomaram como máxima a conclusão do cientista e abrem espaço nos seus respectivos compromissos profissionais com assídua freqüência, para tratarem da sua saúde da maneira mais gostosa.

Comemorar um monte de anos em torno do pano verde então é o máximo. A serotonina é liberada com divertidos papos e os neurônios colocados em funcionamento, pois a concentração nos descartes é imprescindível numa partida de tranca.

A queridíssima Gilda Batista, comprovadamente amante da vida, focando o nosso bem-estar físico e mental, reuniu parte das dezenas de suas fãs na tarde do seu “niver”.

Enquanto nós, suas amigas daqui, restabelecemos as nossas rotinas, a aniversariante foi dar um pulinho em Minas, para distribuir sua alegria à turma de lá. Para não excluir seu netinho do prazer de ver um bolo com tantas velas, nada mais simples do que outro pulinho em seguida, agora em N.York. Se os Amantes da Vida fosse uma escola de samba,com certeza ela seria a nosso porta-bandeira.

 

 

 

Comentário 1

  • ronisebatalha12/04/2012 em 15:21

    Adorei a entrevista, consistente muito elucidadora e dá vontade de ler mais!

  • Adicionar comentário