Eurípedes Vedovato

 

No dia 10 de março de 1957, nascia em Guaraci, antigo Distrito do Município de Olímpia, no interior de São Paulo, o pisciano Eurípedes Vedovato. Da cidade natal, então reduto agropecuário, aos poucos meses de idade, foi com a família Barretos. O nome grego e que significa Vento que sopra, já estava levando-o para longe do lugar de origem.

O xará do grego Eurípides, o mais jovem dentre os maiores autores trágicos da Grécia, Ésquilo, Sófocles e Aristófanes numa época cultural áurea de Atenas começou cedo na profissão. Não tinha mais que doze anos quando se iniciou na área de próteses dentárias, na clínica odontológica do dentista Dr. Nicolau Saliba.

Esse campo exige paciência, perícia técnica e, principalmente, senso estético apurado – imaginação, arte e criatividade já estavam cunhadas em sua personalidade pelo signo de Peixes. Além do trabalho, prosseguiu seus estudos e formação técnica e educacional.

Aos dezessete anos, mudou-se para São Paulo e montou, dois anos mais tarde, um laboratório de prótese na cidade. A sociedade com Mario Kobayashi perdurou por 25 anos, período em que ingressou na Faculdade de Odontologia de Santo Amaro, hoje UNISA, colando grau em 1982. Este ano, comemora trinta anos de formado sendo mestre em prótese dentária e coordenador do curso de especialização dessa área, sendo referência no desafio de reabilitação oral (e emocional) de pacientes, devolvendo-lhes a saúde e a autoestima.

Dizem que os olhos são o espelho da alma, mas o sorriso é o seu portal: expressa sentimentos, atrai, conquista. Tem função social – uma boca mal cuidada é antiestética e repugna ao passo que belos dentes são atrativos primordiais no rosto. Indo além da aparência, arcadas mal ajustadas provocam sérios problemas de saúde, infecções e inflamações diversas que podem afetar inúmeros órgãos. Assim, ter consciência de que os cuidados bucais são ferramentas para preservação da qualidade de vida é algo que deve efetivamente ser levado a sério.

Vedovato, como é mais conhecido pelos pacientes, casou-se com Angélica, também profissional da área. Dessa união, mais dois futuros odontologistas, Thiago e Isabel, que estarão formados em 2013. Os pais se preocupam em deixar espaço para que cada qual se expresse profissionalmente de maneira individualizada e personalíssima.

No dizer do entrevistado, “para que eles (os filhos) possam ter na odontologia não só uma profissão, mas também uma filosofia de vida, interagindo com as pessoas e levando saúde, bem estar e belos sorrisos”.

A harmonização do trabalho em família é um constante desafio e neste aspecto, Angélica vai sempre “aparando as arestas”, como mãe e esposa. Dividir o tempo, sem levar “trabalho para casa”, não é tarefa sempre fácil, mas a fixação de metas e objetividade fecham esta equação não matemática, com resultados que os motiva a continuar sempre progredindo e aperfeiçoando-se, pois a odontologia é uma área dinâmica, sempre com novidades técnicas.

Perguntado o que faria de diferente, se pudesse voltar atrás, Vedovato disse que seria mais tolerante com todas as pessoas à sua volta – esta percepção, no entanto, ele admite que só com passar do tempo se adquire a maturidade.

A par do trabalho, curte correr e exercitar-se diariamente no Ibirapuera onde queima as tentações da boa mesa. Já organizou
inclusive grupos de pacientes e funcionários da Clínica para participarem de eventos esportivos todos com camisetas iguais. Tive o
prazer de participar duas vezes dessas iniciativas, sempre divertidíssimas!

Apreciador de bons vinhos e de musica pop, e de grandes compositores e intérpretes como Caetano Veloso e Chico Buarque, ele acredita que o som deve ter sinergia com o ambiente e momento. Palmeirense, privilegia o verde, como cor favorita – afinal ninguém é perfeito…

Com relação ao passar do tempo, acredita não haver influência na capacidade criativa e disposição. Leituras técnicas são uma constante em sua vida e já está no prelo um livro que até o final do ano será lançado. Sempre que tem um espaço na agenda, foge para longe.  Adora planejar e curtir todas as etapas de preparação da viagem, e não se importa com o calor ou o frio, mas sim com cenários novos que digam algo aos olhos e ao coração.

“Como conselho de vida, acredito não existir nada fácil, mas que tudo se pode, na medida em que se quer”.

Foto: Divulgação

 

Comentários 5

  • LUANA RODRIGUES17/06/2013 em 19:48

    SOU FUNCIONÁRIO DO DR EURÍPEDES A 9 ANOS , NÃO TENHO PALAVRAS PARA DISCREVER O SER HUMANO QUE ELE A SUA FAMÍLIA SÃO …SOU GRATA POR TUDO , QUE ELES FIZERAM POR MIM, PESSOAS HUMILDES E AMIGAS , SEMPRE DISPOSTOS A AJUDAR O PRÓXIMO …MUITO OBRIGADA POR TUDO , APRENDI MUITA COISA COM VCS ,E O QUE A GENTE APRENDE , NUNCA MAIS SE ESQUECE ….PARABENS VC É MERECEDOR DE TODAS CONQUISTAS ALCANÇADAS…UM GRANDE ABRAÇO LUANA (ASB) DA VEDOVATO ODONTOLOGIA…

  • FLAVIO VEDOVATO10/01/2013 em 21:16

    Parabens!!!!! valeu tio PIM!!!!!!! DEUS LHE ILUMINE!!!! ATT FLAVIO

  • Tuka Takahashi07/01/2013 em 08:41

    Aeeee, Dr.Vedovato ,beleza de entrevista .
    Abraço. Tuka

  • SIZUKO NAKAYAMA14/11/2012 em 00:04

    VEDOVATO, APESAR DE SER RELATIVAMENTE RECENTE O NOSSO CONTATO, SINTO-ME AUTORIZADA A EMITIR ALGUMAS CONSIDERAÇÕES A SEU RESPEITO.
    FOI NUMA SITUAÇÃO MUITO TRISTE QUE ME VI PROCURANDO VOCÊ; MUITO INSATISFEITA, ZANGADA E DESESPERANÇADA COM A MINHA ESTÉTICA BUCAL.
    PASSADOS PRATICAMENTE 02 ANOS, SOU UMA PESSOA MUITO GRATA E VEJO EM VOCÊ UM PROFISSIONAL COMPETENTE E BRILHANTE; ALMA PREMIADA COM A GRANDEZA DA HUMILDADE; SOMENTE OS SÁBIOS SÃO POSSUIDORES DESTA QUALIDADE.
    CONCILIADOR, JUSTO, HONESTO E ACIMA DE TUDO HUMANO; SÓ TENHO PALAVRAS DE ELOGIOS E DE ADMIRAÇÃO; SINTO-ME HONRADA E FELIZ EM TÊ-LO ENCONTRADO NESTA JORNADA DA VIDA.
    PARABÉNS PELA ENTREVISTA !
    ESTES CONFETES SÃO VERDADEIROS; PISCIANOS SÓ TEM QUE SER GENTE BOA ! TENHO CERTEZA DISSO ! eu também sou…rrrrssss.
    BEIJOS

  • Anna Canedo13/11/2012 em 11:05

    Minha mae e fa de carteirinha do Vedovato, que realmente faz jus a fama que tem!

  • Adicionar comentário