Ermanno Stradelli

A Amazônia de Ermanno Stradelli

Rios, povos e lendas sob o olhar de um explorador italiano

O debate sobre as relações do homem com a natureza continua em alta no Memorial da América Latina. Depois de Exemplos a Seguir, mostra alemã que já trouxe quase 15 mil visitantes à galeria Marta Traba, no dia 10 de abril entra em cartaz, no Pavilhão da Criatividade, outra inédita exposição: A Amazônia de Ermanno Stradelli, coletânea com 64 fotografias, mapas e cartas originais do explorador italiano que chegou ao Brasil no final do século 19.

Foto: Divulgação

Na abertura, os organizadores da mostra – Instituto de Cultura e Sociedade Geográfica Italiana – também promovem a estreia do filme “Ermanno Stradelli, o filho da Cobra Grande”, misto de documentário e ficção, dirigido por Andrea Palladino. O programa anuncia para o dia 11 um simpósio sobre o tema, para o qual estão convidados tradutores e  professores universitários italianos e da Universidade Federal do Amazonas de universidades italianas.

As obras, produzidas por Stradelli no final do século XIX, serão expostas  com os negativos originais. As imagens retratam os elementos naturais e povos da região amazônica. Além da Amazônia, o explorador pesquisou sobre o “Mito do Jurupari”, lenda misteriosa que circulava na região amazônica não só no Brasil, mas incluía Colômbia e Venezuela. O mito acontece em torno de um personagem temido pelos índios, que o tinham como diabo.

Foto: Divulgação

 

O artista – Stradelli nasceu em 1852 na cidade de Borgo Val Di Taro – província conhecida hoje como Piacenza – na Itália. Era estudante de Direito, vinha de família nobre e tinha o título de Conde. Mudou-se para o Brasil aos 27 anos, naturalizou-se brasileiro e aqui faleceu, mais precisamente em Manaus, vítima de lepra. Dentre seus trabalhos, o pesquisador publicou na Itália obras que continham termos e contos indígenas traduzidos por ele mesmo, além de contos de viagens.

Foto: Divulgação

 

Serviço:

A Amazônia de Ermanno Stradelli

Pavilhão da Criatividade

10 de abril – 20 de maio de 2013

Horário de funcionamento: 09h às 18h

Grátis

 

Adicionar comentário