Drinks de Verão

 

Há quem afirme que o primeiro registro de receita de coquetel foi dado pelo Capitão J.E. Alexander em 1831 que, em seu diário rabiscou: brandy, gin ou rum, misturados na proporção de um terço, açúcar e noz moscada.

Ainda bem que foi apenas um marco que serviu de fonte inspiradora… Brandy, Gin e Run continuam compondo drinques, mas bem mais criativos.

A coquetelaria tomou um porte tão significativo que acabou criando uma profissão – a dos bartenders. Estes sofisticam cada vez mais os drinks, chegando ao ponto de indicar tendências. Na crista da onda vêm surgindo coquetéis com bitters acrescidos de purês com ingredientes locais. Entre nós, buritis, tucumãs, e bacuri sairão das árvores, direto para charmosos copos etílicos.

Acompanhando a revolução gastronômica, drinks esvoaçantes surgirão logo pelos bares transados. Erick Lorincz, por exemplo, aposta na importância da apresentação destes drinks.

Ele prepara um que recebe fumaça de madeira nobre de um mini defumador e a bebida chega à mesa soltando fumaça. Mas com o verão chegando, umas receitas clássicas podem nos divertir enquanto a turma de profissionais mergulha em pesquisas interessantes.

Do famoso Harry de Veneza, o tradicional Bellini criado pelo barman Giuseppe Cipriani, que quis homenagear o pintor veneziano Giovanni Bellini, criando um drink com as cores que prevaleciam nas telas do artista renascentista.

Bellini

Foto: Divulgação

3/4 de suco gelado de pêssego;

3 oz de espumante;

Colocar o suco no flut previamente gelado e despejar o espumante.

Originalmente, apenas pêssegos brancos ralados eram usados e servidos em copos altos. Charles Chaplin de Hemingway dentre outros, torciam pela chegada do verão no Harrys Bar.

Da Itália também, a novidade que está aterrisando no Brasil e é muito simples:

SPRITZ

Foto: Divulgação

 

1 dose de Aperol;

2 doses de água com gás;

3 doses de Proseco;

1 fatia de laranja;

Gelo;

Misturar na coqueteleira e enfeitar com a laranja.

 

 

Das arquibancadas de Wimbledon, o drink que invadiu os pubs londrinos neste verão:

PIMMS

Foto: Divulgação

1 dose de Pimm (um licor de gim inglês);

1 1/2 dose de suco de laranja;

1 1/2 dose de suco de cranberry;

Gelo;

Morango, laranja e pepino para decorar.

 

No espírito caribenho, alguns drinks que agradam ao paladar, sobretudo das mulheres:

Yellow Bird

Foto: Divulgação

 

30 ml de Rum branco;

15 ml de Galliano;

15 ml de Triple Sec;

15 ml de suco de limão da Pérsia;

Bater na coqueteleira, servir no copo apropriado previamente gelado e um brega “guarda chuvinha” de papel traz o Caribe ao drink.

 

 

Dando início à carreira de bartender, nada mais simpático de que este drink abaixo:

Tequila Sunrise

Foto: Divulgação

3 partes de Tequila;

6 partes de suco de laranja;

1 parte de Grenadine;

Em um copo alto com gelo, colocar o suco e a tequila. Despejar o Grenadine e não misturar.

O efeito é um charme, pois o Granadine vai caindo no fundo do copo e forma um degrade do amarelo ao vermelho.

Para fins meramente elucidativos, o drinque mais caro do mundo, é encontrado no chiquérrimo Playboy Club de Londres

Seu preço? A bagatela de USA$ 8.850 e vem sem nenhuma pedrinha preciosa dentro.

Salvatore Legacy 

Foto: Divulgação

 

40 ml do conhaque Clos de Griffier Vieux de 1778;

20 ml do licor Kümmel de 1770;

20 ml de Dubb Orange Curaçao de 1860;

2 gotas de Angustura de 1900;

Na linha do famoso adágio, de drink em drink o Sr. Legacy enche o bolso.

 

Comentário 1

  • Ribas Campos12/12/2012 em 00:03

    Adoramos, inspiração para o nosso verão !

  • Adicionar comentário