Direção defensiva

 

Dia 30 de junho, participei de um curso promovido pelo Centro de Pilotagem do Roberto Manzini, que conheci durante o treinamento na SWAT em Orlando, Fla. Toda a turma de treinandos da SWAT estava presente, acrescida da esposa e dos filhos de três dos integrantes, inclusive o meu. Por mais que de antemão previsse que as aulas seriam proveitosas, pelo currículo e simpatia do “mestre” Manzini, jamais iria supor a maratona de novos conhecimentos e experiências que adquiri e vivenciei.

Tendo dirigido ao longo de toda vida, desde os dezoito anos e, modéstia a parte, fazendo-o razoavelmente bem, imaginava que tinha pouco a aprender. Ledo engano. Começou pela posição correta ao volante, distanciamento ideal do banco, colocação perfeita dos espelhos retrovisores para aproveitamento máximo de visão. Logo percebi que minha vivencia estava longe de ser perfeita e que apesar do ditado de que “burro velho não aprende truque novo” tinha que alterar uma série de conceitos para minha maior segurança e conforto.

A parte teórica do curso é muito restrita; o currículo concentra-se em acompanhamento e prática de direção. A situação a ser enfrentada de perigo ou defesa era explanada e logo posta em prática na pista de Interlagos. Todos os movimentos são monitorados de perto por diversos instrutores, cada qual incumbido de um número restrito de alunos, éramos dez pessoas ao todo, de forma a permitir um acompanhamento pessoal para correção rápida dos pontos fracos.

A orientação era de que cada aluno dirigisse o próprio carro, pois aprenderia melhor a resposta do veículo ao comando em situações emergenciais. Como abordar curvas, onde acelerar e frear para melhor controle e estabilidade, até evasão de perseguição de supostos sequestradores, tudo isso foi trazido para a prática.

A aula começou praticamente às oito da manhã tendo terminado às seis da tarde, num clima de camaradagem e alegria, interrompida por uma deliciosa e breve pausa para almoço e diversos lanchinhos. Foi pauleira até para os jovens, mas ao final, a turma aplaudiu efusivamente os esforços e excelência dos ensinamentos do Roberto Manzini e sua equipe, no sentido de tornar cada um dos presentes mais consciente e responsável ao volante, numa cidade/selva como São Paulo. Outro não podia ser o resultado, diante do currículo do Manzini.

Comentários 4

  • Fernando Brisolla18/07/2012 em 12:57

    Prezada Eugênia,

    Sou o Fernando Brisolla, representante do marketing do Centro Pilotagem Roberto Manzini.

    Primeiramente gostaria de dizer que foi um prazer tê-la aqui conosco e esperamos que realmente tenha gostado do curso e que eventualmente volte para fazer os outros cursos que temos.

    Agradecemos também pela matéria muito bem escrita e pelos elogios.

    Obrigado em nome de toda equipe do Centro Pilotagem Roberto Manzini,

    Fernando Brisolla

  • ABIB MALDAUN NETO17/07/2012 em 17:37

    Querida Maria Eugenia meus parabéns por expressar tão bem os meus sentimentos como aluno desse curso.

  • Marta Bludeni17/07/2012 em 15:45

    Adorei a matéria. Parabéns a todos que participaram!

  • Maria Eugenia Cerqueira14/07/2012 em 20:37

    Gente, este curso é imperdível!

  • Adicionar comentário