Carmen Freire

 

CARMEN FREIRE CANCEGLIERO nasceu em Santos, São Paulo, no dia 27 de abril, sob o signo de Touro. Até o colegial, no Colégio São José, permaneceu em sua cidade natal, vindo para a capital do Estado para fazer licenciatura e bacharelado em matemática na Pontifícia Universidade Católica. Partiu então para o mestrado e pós graduação em saúde pública, na USP.

Estagiou no Instituto de Economia Agrícola da Secretaria de Agricultura, no Departamento de Estatística por dois anos.

A seguir, fez concurso para a Secretaria de Endemias (SUCEN) cuja equipe de poluição do ar uniu-se em 1975 com a de controle das águas, ingressando na CETESB, onde permaneceria por 25 anos, até a aposentadoria, em 1997.

Membro da diretoria de controle da CETESB – água e ar – quando questionada sobre a despoluição do Rio Tiete e Pinheiros esclarece que o grande problema não resolvido até agora é decorrente das ligações domésticas clandestinas. O monitoramento é efetivo na área industrial, sendo monitorado com excelentes resultados, mas o que se vê é nada, tendo em vista a poluição vinda das residências.

A SABESP começou a construir estações de tratamento, mas sem a adesão da população, o trabalho torna-se um eterno “enxugar gelo” – cada um tem que fazer a sua parte.

Logo que saiu da CETESB, foi assessorar o marido que dirigia a Fundição de Aço de Piracicaba, de propriedade da família. Em novembro de 2002, durante um assalto, presenciou o assassinato a sangue frio do companheiro de tantos anos. A partir de então, por ter reconhecido o assaltante, que prometeu vingança e que permaneceu preso por mero ano e meio,  foi obrigada a contratar seguranças permanentes. Coisas de terra onde a lei é condescendente com  assassinos.

Ainda assim, permaneceu na chefia da FUNAPI, alegando que tem mais medo de parar de trabalhar do que da morte!

Até 2005, acumulou a função de diretora da DALPI – Destilaria de Álcool de Piracicaba, hoje inativa, pois não tinha como pilotar as duas atividades, com o resultado e a qualidade  sempre exigidos.

Graças ao conhecimento e postura de liderança, apesar de passar a maior parte do dia no chão da fábrica, nunca teve problemas com os funcionários.

Um dia estava fazendo um teste num tanque, para checar vazamento. Para tanto, o local deveria ser cheio de água e fechado por uns dias. O processo consistia em encher caminhões tanque e através de bombeamento, transferir a água para o reservatório, tantas vezes quanto necessário.

Cheio de má vontade, a folhas tantas, um caminhoneiro começou a questionar como calcularia quanto de água colocar no tanque, se o reservatório não iria transbordar e assim por diante. Pacientemente, Carmen explicou que poderia usar réguas de medição próprias para isso ou subir no caminhão e calcular pelo olho.

Não tendo feito nem uma coisa nem outra, qual não foi seu espanto quando viu a empresária subir lépida, no caminhão tanque. Com a régua de medição em riste, demonstrou rapidamente o que explicara e batendo com o pé na parte externa do tanque, apontou o local exato do nível da água, agarrada na escada externa do veículo. O motorista, atônito, nunca mais questionou nenhuma ordem. Cena felliniana!

A notícia correu e sua capacidade de liderança tornou-se lendária, num meio essencialmente masculino.

Dada sua agitação, nem percebeu a chegada da terceira idade. Os sessenta e dois anos fazem-se sentir só quando as juntas avisam…

Exigiu das filhas, uma advogada, outra engenheira, estudo e trabalho, duas coisas que julga indispensáveis na vida. Hoje, já com três netos, só pensa em ter mais, pelo menos, dez anos de vida útil para continuar realizando o que sonha. A sensação de finitude a incomoda e por isso não deve ser objeto de preocupação. Neste ponto, a genética lhe é favorável já que os pais chegaram aos noventa, sem maiores problemas…

Nos momentos de lazer, curte seus cães, séries de filmes policiais, bossa nova e jazz.

Mantém duas residências – uma em Alphaville, outra em Piracicaba – e tira de letra a administração de ambas já que sempre capitaneou todos os problemas domésticos sozinha, uma vez que o marido passava as semanas no interior e só vinha para casa nos fins de semana, encontrando, claro, tudo “nos conformes”.

Esta guerreira é bem o que se pode definir como uma Amante da Vida, símbolo de atualização e garra, pegando a unha o touro na luta pelo sucesso e realização pessoal.

 

Comentários 11

  • Flavia Cancegliero Rotta02/07/2012 em 19:30

    Parabens a minha mae e a minha “tia” pela entrevista. A entrevista nao podia ser mais verdadeira e descritiva da forca e garra da minha mae.
    Com muito orgulho,
    Flavia

  • SIZUKO NAKAYAMA26/06/2012 em 01:35

    Carmen, parabéns !
    Realmente é admirável a sua força, integridade e ética.
    Você é um exemplo de vida.
    Que Deus abençoe, proteja e continue iluminando sempre o seu caminho.
    Beijos

  • Jane e Família24/06/2012 em 23:14

    Parabéns pela tragetória de sucesso, pelo exemplo de vida às filhas e amigos que a cercam; pela firmeza de caráter e simultâneo amor no coração, e luz nos olhos que só os netos sabem fazer brilhar como trabalho nenhum conseguiu……..por essa ela não esperava. A vida tem dessas coisas!Que Deus continue lhe abençoando!!

  • Maria Inês Dos Santos21/06/2012 em 18:30

    Parabéns Carmem ,tenho muito orgulho de você,você prova sempre que não veio ao mundo a passeio!!!!!bjs Saudades.Bari

  • Fernanda Freire Cancegliero Treves21/06/2012 em 15:43

    Orgulho!!!! Mamita é assim mesmo, cheia de garra. Não se deixa vencer! Parabéns! Bjs

  • Beatriz Lassance Brito18/06/2012 em 23:48

    Muito bom! Que bom ter o privilégio de conhecer mulheres como essas!

  • MARIA LUCIA MOURÃO18/06/2012 em 20:18

    Por mais que se fale da CARMEN, de sua coragem, garra e determinação, de sobra ainda sobressaem o seu coração que não cabe no peito, amizade e bondade para com as pessoas. Bjs

  • Renata de Camargo Menezes18/06/2012 em 20:08

    Que bom aprofundar o que conheci desta pessoa tao especial!!!!Bjs.

  • Maria Eugenia Cerqueira18/06/2012 em 13:43

    Minha ídala e irmã de fé!!!!!!!!!!!!

  • silvana zendron18/06/2012 em 13:05

    Muito bom, Parabéns!Bj

  • Anna Canedo15/06/2012 em 12:52

    Amei!!! Parabens!!!Muito orgulho!!!Bjs

  • Adicionar comentário