Batata-doce

 

A batata-doce, (Ipomoea batatas Lam) é originária das Américas Central e do Sul, sendo encontrada desde a Península de Yucatam, no México, até a Colômbia. Relatos de seu uso remontam de mais de dez mil anos e hoje em dia é a queridinha dos fisioculturistas e atletas. 

Muitas dietas pregam o corte de carboidratos da alimentação para emagrecer de forma mais rápida. No entanto, esses alimentos são responsáveis por dar energia, por isso não devem ser eliminados da dieta, especialmente se você malha. Se a ideia é perder peso, invista em carboidratos “do bem”, como a batata doce. 

Foto: Divulgação

 

Esse tipo de batata não é recomendado apenas para quem pratica alguma atividade física, mas também para quem deseja emagrecer pois tem um baixo índice glicêmico, ou seja, a energia contida nela é liberada gradualmente no organismo, aumentando a sensação de saciedade. Além disso, a batata doce apresenta maior teor de vitamina A e de cálcio do que a batata normal sendo inclusive, fonte de vitamina C, fósforo e potássio, o que garante mais energia para o metabolismo. 

A vitamina A é antioxidante, portanto o consumo do alimento é ótimo para quem pratica alguma atividade física. Quando a pessoa está correndo, por exemplo, libera radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento precoce, e essa vitamina na composição da batata tem um componente que impede isso.Os nutricionistas alertam que os alimentos devem ser variados. 

Foto: Divulgação

 

Um processo de emagrecimento não pode ter perdas. A pessoa emagrece porque está ingerindo menor quantidade de calorias, mas é preciso variar os grupos de nutrientes. A pessoa pode comer frango (uma boa fonte de proteína) e a batata doce duas vezes por semana e buscar outros alimentos com índice glicêmico baixo. 

As nutricionistas ressaltam que a batata deve ser cozida e não frita, pois o óleo deixa a opção pouco saudável. Outra opção seria consumir a batata doce assada, na sopa ou como purê. Olho vivo, então: nada de desprestigiar a batata doce, há tanto tempo cultivada por nós!

Foto: Divulgação

 

Adicionar comentário