Alinea

 

Celeiro de uma nova geração de chefs, Chicago tem o Alinea, um dos restaurantes mais prestigiados dos Estados Unidos.

Em um passado não muito distante, ao se falar em gastronomia nos Estados Unidos, todos os garfos apontavam para Nova York e São Francisco. Na última década, Chicago vem acertando o ponto com o refinamento culinário, pois é a nova metrópole a ter uma edição do prestigiado Guia Michelin. “A cena local é fantástica e variada, qualidades essenciais para estar entre os destinos recomendados pelo Michelin”, diz a editora-chefe do anuário.

Foto: Divulgação

A metrópole é berço do Alinea, do chef Grant Achatz, contemplado com as três estrelas máximas do guia, o estabelecimento conquistou a melhor colocação entre os americanos na eleição dos cinquenta restaurantes campeões do mundo pela revista britânica Restaurant em 2011. Neste ano, ocupa a sétima posição e quem prova as iguarias de Achatz entende o favoritismo. Discípulo do chef catalão Ferran Adrià, ele inaugurou o Alinea em 2005, com a proposta de apresentar sabores de forma inusitada. Vem daí, por exemplo, a black truffle explosion, uma trouxinha amanteigada com trufa, parmesão e alface caramelada, ponto alto de seu menu degustação, com vinte pratos ao preço de 210 dólares.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Ele segue a cartilha molecular, que desconstrói alimentos ao mesmo tempo em que defende o uso de produtos orgânicos locais. “Quero proporcionar uma viagem entre o conforto e o desafio”, explica Achatz. Como em todo restaurante badalado, conseguir um lugar no Alinea é uma odisseia. A espera gira em torno de três meses.

Foto: Divulgação

 

Por Tatiana Cesso, de Chicago

 

 

Adicionar comentário